UNITA solicita nulidade de nomeação de Juízes de tribunais superiores

62

Este post também está disponível em: pt-ptPortuguês enEnglish frFrançais

O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva apresentou esta segunda-feira 18 de Março de 2019, ao Procurador-geral da República de Angola, Helder Pita Cross, uma reclamação do seu Partido contra a nomeação de Juízes dos tribunais superiores.

De acordo com Isaías Samakuva, o acto de administrativo praticado há um ano pelo Presidente João Lourenço viola a Constituição e a Lei, estando sujeito à nulidade.

“Nós viemos ver o senhor Procurador-geral da República para entregar uma reclamação contra um acto administrativo praticado por Sua Excelência Senhor Presidente da República, que achamos não estar de acordo com a Constituição e com a lei, na nomeação dos Juízes dos tribunais superiores”, afirmou o Presidente Isaías Samakuva.

O líder da UNITA entende que o Presidente da República poderá ter sido induzido em erro, uma vez que ao nomear os Juízes ouvir o parecer do Conselho Superior da Magistratura.

Na eventualidade de a violação à Constituição e lei ter sido por indução, as normas do Estado Democrático de Direito como é Angola obrigam a nulidade do acto administrativo de nomeação dos Juízes.

VOTE ISAÍAS SAMAKUVA

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More